Curso Perícia Odontologica Curso Pericia Odontologica

4 dicas para quem está pensando em ter uma clínica com sócios


sócios

Se você está entrando no mercado de trabalho de odontologia, provavelmente já se questionou sobre as vantagens e desvantagens de abrir uma clínica com sócios que também atuam nessa área, não é mesmo? Você sabe como selecionar os melhores sócios para o seu negócio e para construir uma clínica de sucesso?

Confira, a seguir, quatro dicas para quem está pensando em abrir uma clínica com sócios e aumente a chance de sucesso do seu negócio!

Avalie se você realmente precisa de sócios

O primeiro passo para quem está procurando abrir uma clínica odontológica com sócios é fazer para si mesmo a seguinte pergunta: “eu realmente preciso de sócios para tocar o meu negócio?”.

Essa pergunta é muito importante para que você saiba avaliar a real necessidade do apoio de um outro profissional no seu local de trabalho. Lembre-se de que ter um sócio não é somente dividir as tarefas e as responsabilidades, mas também saber se relacionar bem com os problemas que podem aparecer na rotina de trabalho e administração do local.

Saiba definir se você está pronto para dividir essas responsabilidades e desenvolver um negócio que seja benéfico para todas as partes.

Escolha sócios com habilidades complementares às suas

Uma vez definido que você precisa de abrir uma clínica com sócios, é hora de começar a estudar as possibilidades de parceria disponíveis.

Lembre-se de buscar sócios que tenham habilidades odontológicas que sejam complementares às suas, para que vocês não criem um ambiente de competição dentro da clínica, mas sim de contribuição.

Você pode também optar por fazer sociedade com profissionais que atuem em áreas completamente diferentes da sua, usando a clínica somente como um espaço em comum para receber seus pacientes.

Nunca se esqueça de firmar um contrato

Assim como acontece em qualquer empresa ou local de trabalho, você e seus sócios devem firmar um contrato na hora de abrir sua própria clínica.

Nesse documento serão listados todos os deveres e direitos dos membros da clínica, definindo possíveis investimentos, quem será responsável por qual tarefa relacionada à clínica e como os lucros serão divididos entre os sócios.

Organizar um contrato com a ajuda de um bom advogado com prática nessa área é uma maneira de iniciar as atividades com o mínimo de atritos possíveis. É através desse contrato também que os sócios vão conseguir se relacionar melhor profissionalmente entre eles, além de encontrar novos caminhos para o crescimento da clínica dentro de um padrão acordado por todos.

Busque alguém que tenha mais do que uma simples afinidade com você

Naturalmente procuramos sócios com os quais temos uma ótima afinidade pessoal e que nos relacionamos muito bem. Porém, ser um bom amigo não é a única característica que você deve procurar em um sócio para abrir a sua clínica.

Um bom sócio deve ter um perfil de trabalho que complemente o seu, para que vocês sempre tenham os melhores resultados para a clínica. Além disso, a confiança, o respeito e a busca pelos mesmos ideais são essenciais em qualquer relacionamento entre sócios.

Busque parceiros com os quais seja possível ter um relacionamento sólido, construtivo e um diálogo sempre aberto, para que vocês se tornem capazes de superar os momentos de dificuldades juntos.

Essas dicas são essenciais para quem está pensando em abrir uma clínica com sócios e ter sucesso no negócio. O que você levou em consideração na hora de escolher os seus parceiros para a abertura de sua clínica odontológica? Conte para a gente!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.