Curso Perícia Odontologica Curso Pericia Odontologica

6 dicas para demitir um funcionário da maneira mais tranquila


demitir

O processo de demissão de um funcionário não é fácil e, para que seja tranquilo para os dois lados envolvidos, é preciso planejar a melhor forma de conduzi-lo. Desde a tomada da decisão até a hora da comunicação, você, enquanto gestor, é responsável por administrar possíveis conflitos que podem acontecer ao longo da situação. Para ajudá-lo a se preparar para esse momento, selecionamos algumas dicas úteis. Confira:

Faça o acompanhamento dos funcionários

Não importa o tamanho de seu consultório, é fundamental dar feedbacks frequentes para toda a sua equipe. Muitas vezes tendemos a acreditar que não é necessário um processo de avaliação formal para empreendimentos de pequeno porte. Pelo contrário, a equipe desse tipo de negócio costuma se relacionar com mais frequência, aumentando as possibilidades de atrito.

Diante disso, é fundamental dedicar alguns minutos da agenda periodicamente para conversar sobre o desempenho individual, as metas futuras e os resultados do consultório. Assim, você evita possíveis surpresas na hora da demissão e torna o funcionário parte de sua estratégia.

Tenha claro o motivo da demissão

Ao tomar a decisão que demitir o funcionário do cargo é a melhor solução para o momento, tenha certeza do que o motivou a fazer essa escolha. Seja porque você precisa fazer cortes orçamentários ou pelo mau comportamento que a pessoa tem apresentado. Uma boa dica é anotar em um relatório essa justificativa. Releia um ou dois dias depois, para evitar interferências emocionais. É uma forma de você estar seguro e preparado para a hora da conversa.

Escolha o melhor dia e local para fazer a comunicação

Pode parecer apenas um detalhe, mas essas condições podem afetar o emocional do funcionário. Tenha certeza de que a agenda está vazia e que ninguém incomodará vocês e prefira uma sala mais distante da recepção, onde haja pouca movimentação. Procure marcar a reunião para um horário próximo do final do expediente, para que a pessoa possa ir embora depois da conversa.

Tome cuidado com a linguagem

Na hora de demitir um funcionário, procure manter um tom calmo na conversa e seja bastante claro sobre as suas motivações — se for o caso, leve consigo o relatório de aproveitamento ou de feedbacks anteriores. Esteja preparado para todo o tipo de reação: choro, raiva, silêncio e inconformismo. Independentemente de qual ela seja, não leve para o pessoal e mantenha a tranquilidade. Explique todas as condições do processo e quais serão os próximos passos.

Formalize a situação

Muitas vezes, o que foi dito na conversa pode ser esquecido e levantar problemas posteriores. Escreva, por e-mail, o que você negociou com o funcionário durante a reunião para garantir que o entendimento foi correto pelas duas partes.

Coloque-se à disposição

Deixe claro que você está disponível para ajudá-lo nesse processo, seja para resolver as questões processuais da demissão, seja para conversar sobre as suas motivações e possíveis melhorias, seja para indicá-lo a outros consultórios, caso o problema não tenha sido comportamental. Lembre-se que é importante manter um relacionamento profissional saudável com o funcionário, que provavelmente procurará um novo emprego no mesmo ramo.

Agora é sua vez: conte para nós se você já teve que demitir um funcionário. Como foi essa experiência? Você tem alguma dica para compartilhar? Deixe o seu comentário!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.