Curso Perícia Odontologica Curso Pericia Odontologica

Como fazer o paciente se envolver no tratamento ortodôntico


Todo profissional que atua no setor de saúde sabe que grande parte do sucesso de seu trabalho vem da colaboração dos pacientes. Quando eles se comprometem em frequentar assiduamente o consultório, fazer os exames, tomar os medicamentos e realizar todas as prescrições de maneira correta, tudo sai como o esperado. E pensando nisso, no post de hoje você, dentista, vai aprender como fazer o paciente se envolver com o tratamento ortodôntico. Fique atento e saiba mais!

O papel do dentista no envolvimento com o paciente

Para que um paciente se comprometa com o tratamento ortodôntico, o dentista precisa informar a ele como está sua saúde bucal e tudo o que deverá ser feito para que se obtenha os resultados esperados. A partir do momento que ele entende o que acontece, ele passa a colaborar com o tratamento. E para que isso seja possível, é preciso que o dentista use uma linguagem clara e objetiva para que a comunicação seja eficiente.

Um dos grandes erros cometidos por diversos profissionais é o de conversar com pessoas que não são da área usando termos e expressões técnicas, que não transmitem clareza aos leigos e não permitem o entendimento necessário para que o paciente se envolva com o tratamento ortodôntico. Por isso, faça analogias, mostre radiografias, vídeos ilustrativos, imagens, etc. O importante é que o paciente entenda o que será realizado e o que ele precisa fazer para que se tenha os melhores resultados.

Dificuldades que podem atrapalhar o envolvimento com o tratamento

Questões financeiras

Além de entender tudo aquilo que o dentista diz, existem outros fatores que fazem com que o paciente se envolva ou não em um tratamento ortodôntico. Dentre eles, podemos destacar a sua situação financeira. Se ele não tiver condições de pagar o tratamento, com certeza ele não terá compromisso com as consultas e nem com os prazos necessários para terminar o procedimento dentro do período esperado. Por isso, o ortodontista precisa dizer quanto custará todo o trabalho realizado, para que o seu paciente possa se programar e se comprometer.

Mudanças no estilo de vida

Outra questão que pode trazer alguma dificuldade para uma total adesão ao tratamento pode ser relacionada com as mudanças que ele terá que fazer em relação a uma eventual alteração em seu estilo de vida. Por mais que no caso dos tratamentos ortodônticos não seja necessário fazer grandes alterações na rotina, é preciso que o paciente redobre os cuidados bucais para que o tratamento seja eficiente. Usar o aparelho conforme prescrição, fazer a higiene após as refeições, usar o fio dental de maneira adequada, etc. Tudo isso faz parte dos procedimentos a serem adotados para que o tratamento ortodôntico corra bem.

Quando o paciente se envolve com o tratamento ortodôntico, ele tem mais agilidade no procedimento e vê melhor os resultados. Com isso, ele fica satisfeito e indica o dentista que o atendeu a outras pessoas. O que é bom tanto para a imagem profissional, quanto para “o seu bolso”. Por isso, invista em ações em todos os pacientes que estiverem sob seus cuidados!

Como você faz para envolver os seus pacientes dos tratamentos ortodônticos? Conte para nós através dos comentários!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.