Tratamento com Invisalign Tratamento com Invisalign

Evite 5 erros comuns ao escovar os dentes


O nosso país conta com o maior número de cirurgiões-dentistas do mundo, com mais de 250 mil profissionais, mas isso não é suficiente para nos garantir a melhor higiene bucal. O momento da escovação dos dentes, embora tão comum na vida das pessoas, costuma ser cheio de erros, que acabam facilitando o aparecimento de doenças bucais. As cáries afetam mais da metade das crianças com menos de 12 anos, e a placa bacteriana, que causa a doença periodontal, está presente em mais de 80% da população.

Quer aprender a ter uma escovação mais correta e eficaz? Descubra agora quais são os erros mais comuns ao escovar os dentes e passe a evitá-los:

Usar a escova errada

O primeiro passo para a escovação correta deve ser tomado antes mesmo da escovação. É muito importante que você compre a escova certa para a sua boca, sabendo identificar os momentos em que as escovas especiais são indicadas.

Dê preferência a escovas macias e de cerdas arredondas, que serão mais gentis com o esmalte dos dentes, evitando o desgaste. Além disso, a escova deve ser trocada a cada dois ou três meses, no momento em que suas cerdas começarem a se desalinhar para não reduzir a qualidade da escovação.

Gastar menos de 2 minutos na escovação

Um adulto humano possui 32 dentes na boca, sendo impossível realizar a higienização adequada de todos eles em menos de 2 minutos de acordo com os especialistas. O ideal é criar um sistema de divisão da boca em quatro partes, de acordo com a posição superior, inferior, esquerda e direita dos dentes.

Em cada parte, a escovação deve durar 30 segundos com movimentos circulares na parte de fora dos dentes, aquela voltada para a bochecha, e de vaivém na de dentro, a parte voltada para a língua. Os dentes do fundo, os molares e os sisos, embora de difícil acesso não podem ser ignorados, já que são os mais sujeitos às cáries.

Não usar o fio dental

O fio dental deve ser usado pelo menos uma vez por dia e em todos os dentes. O movimento deve ser em vaivém entre todos os dentes, da ponta até a gengiva. O sangramento só vai ocorrer quando a gengiva estiver inflamada e isso indica que os cuidados com a higiene bucal devem ser redobrados. Caso a pessoa tenha muita dificuldade em acessar os dentes do fundo não pode usar isso como desculpa e deve utilizar um passador de fio.

Não enxaguar o suficiente

O enxágue da boca após a escovação é essencial e muitas vezes desprezado. Ao escovar, várias partículas de alimentos são desgrudadas dos dentes, mas se continuarem na boca contribuirão para a formação da placa bacteriana. Só com o enxágue adequado essas partículas vão ser realmente eliminadas da cavidade oral.

Evitando esses quatro erros você já fará uma limpeza bem mais completa dos dentes e evitará as doenças bucais. Você já cometeu algum desses erros? Conhece mais algum erro comum na escovação?  Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Escreva um comentário para a gente!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.