31ª Turma de Especializaço em Ortodontia

6 erros de quem demora para começar um curso de especialização


Ao finalizar a graduação, o graduado em odontologia pode aprofundar o conhecimento profissional através da pós-graduação, modalidade lato sensu, também conhecido como especialização.

A especialização propicia inúmeros benefícios para o dentista: ele se torna mais eficiente em sua função, devido ao ganho de habilidade proporcionado pelo curso; consegue aprimorar as técnicas utilizadas em sua função; desenvolve ainda mais a aptidão do trabalho em equipe; melhora o currículo, além de representar uma oportunidade para prosseguir na carreira acadêmica (mestrado e doutorado), entre outras. Isso tudo sem falar na capacidade de networking que um curso de especialização oferece, essencial para todo dentista de sucesso.

Assim, demorar para começar um curso de especialização em odontologia pode ser altamente prejudicial para a carreira profissional. Por isso, no post de hoje, descrevemos alguns erros, às vezes imperceptíveis, de quem demora para iniciar uma especialização. Confira:

Evitar boas oportunidades

Demorar para começar um curso de especialização em odontologia deixa o profissional mais vulnerável a perder boas oportunidades, já que existem funções que demandam um conhecimento muito específico e exigem um aprofundamento profissional mais consistente.

Deixar de atingir maior espaço no mercado

A demora no ingresso em uma especialização em odontologia pode retardar o crescimento  profissional. Dessa forma, ele acaba ficando menos susceptível à abrangência no mercado de trabalho e perdendo lugar para os concorrentes que saem na frente com a especialização. Além disso, o mercado remunera melhor profissionais especialistas,.

Diminuir a disposição

Quanto mais tempo o profissional demorar para começar um curso de especialização, menor será a disposição dele para essa tarefa, uma vez que se tornará cada vez mais desacostumado à rotina de estudo. Com isso, o dentista torna-se, aos poucos, resistente a mudanças e, portanto, a iniciar a especialização.

Precisar de feedback para começar

Esperar ter um feedback (de outros colegas ou de familiares) sobre o curso para finalmente iniciá-lo é também um erro. Isso porque a perspectiva de outra pessoa, mesmo sendo um colega que muito te conhece, pode não ser a mesma que se aplica a você. Suas expectativas, visões e interesses são diferentes e, por isso, o seu aproveitamento e desempenho no curso podem variar bastante também. Lembre-se de que a iniciativa de começar uma especialização deve partir de você e de mais ninguém.

Ter receio da defasagem

Demorar para começar um curso de especialização por acreditar que o curso ficará defasado é, certamente, um receio despropositado. Isso porque, por mais ultrapassado que um curso venha a se tornar, o conhecimento obtido poderá ser mais facilmente renovado, já que o contato inicial com os temas aprendidos te deixará autossuficiente e com autonomia necessária para procurar as informações atualizadas e acompanhar as mudanças.

Para evitar cometer os equívocos descritos acima, é interessante que você esteja atento às várias áreas de especialização disponíveis. Obviamente que, por mais que definir suas perspectivas dependa, muitas vezes, de acumular experiências práticas com essas funções, ainda durante a graduação você já pode começar a se informar sobre o que é feito em cada campo, quais as suas perspectivas, quais características essenciais os profissionais que trabalham com essa atividade devem possuir, qual a previsão salarial etc.

E você? Quais erros tem percebido ocorrer quando se demora para iniciar a especialização?

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *