Curso Perícia Odontologica Curso Pericia Odontologica

Como pedir aos pacientes que recomendem seu consultório


Acredite: cada paciente que sai sorrindo do seu consultório pode significar outros três entrando nele em busca dos mesmos serviços. Em qualquer setor da vida, boa rede de contatos e referências positivas fazem toda a diferença. Quando o assunto é seu consultório odontológico, então, um cliente satisfeito será a materialização do seu cartão de visitas, uma parte do seu portfólio e de todo o seu currículo.

Normalmente, eles acontecem de forma espontânea e se convertem em sugestões para que parentes ou amigos façam uma visita a você. No entanto, você também pode dar um empurrãozinho e solicitar aos seus clientes que indiquem seu trabalho. Mas como fazer isso em bom tom, afinal? Continue acompanhando este post e descubra!

Seja o profissional que você indicaria

Sim, mereça a indicação. Antes de entender o melhor momento para pedir que seu nome seja mencionado a possíveis novos pacientes, é preciso que você faça o possível para ser, de fato, o primeiro profissional lembrado por seus clientes quando se depararem com a pergunta: “Conhece um bom dentista para resolver o meu caso?”.

E acredite: na hora de responder pequenos detalhes fazem a diferença incluindo não apenas seu desempenho dentro do consultório ou os serviços oferecidos. Postura, atenção, cuidado, interesse e dedicação frente a cada um que o procura também pesam nesse pacote. Vale a pena, portanto, ir ao encontro das melhores expectativas. Para isso, um exercício de auto-análise é imprescindível.

Pare por um momento e se pergunte: eu me indicaria a outras pessoas? Tenho as características que me agradam quando o paciente sou eu? O que está bom? O que posso melhorar? Anote as respostas e tente colocá-las em prática. Parte do seu diferencial estará aí.

Não seja precipitado

A gente sabe que boas indicações são publicidade gratuita e com grande capacidade de multiplicação. O boca a boca sempre foi propaganda das mais efetivas e ninguém nega. Porém, não aposte todas as fichas nisso e nem converse com seus pacientes sobre o assunto já no primeiro contato, por exemplo.

Na realidade, o grande segredo é estimular a indicação que já está latente. Não forçá-la ou parecer desesperado por ela. Portanto, só peça por isso aos clientes que já têm algum costume e proximidade com você. Em outras palavras: quem entra em sua sala de atendimento com periodicidade e frequência, além de se mostrar mais receptivo. Pedir indicações a quem lhe procurou pela primeira vez para resolver um problema imediato não é a melhor estratégia e pode soar como inexperiência ou pouca procura.

Sugira após receber um elogio

Ouviu algo positivo sobre o seu trabalho? Então agradeça, fique satisfeito com o sinal de que ele tem sido feito da melhor maneira e interprete o momento como de abertura para sugerir que mais pessoas tenham acesso ao mesmo resultado.

– “Doutor, estou realmente feliz com o tratamento!”

– “Que bom! Fico extremamente satisfeito em ouvir isso e inclusive muito motivado a continuar melhorando. Aliás, agradeço a você por ter colaborado tanto. Parte de tudo isso é consequência dos cuidados que você tem. Aguardo então o seu retorno. Aliás, seria um prazer ter mais pacientes como você. Se puder indicar, ficaremos felizes em recebê-los”.

Sempre forneça um cartão ou brinde a mais

Vai entregar um cartãozinho de visitas, um ímã ou qualquer outro mimo para um paciente? Não se acanhe em oferecer mais um e sugerir que seja entregue a algum conhecido que precise de atendimento odontológico.

– “Ah, sim, perdeu meu telefone? Aqui está meu cartão. Aliás, leve alguns outros. Se alguém precisar de atendimento, é só indicar”.

Você pode, inclusive, apostar no bom humor e ser um pouco menos formal se o paciente lhe der abertura para isso.

E você? Já seguiu alguma dessas dicas no consultório? Tem alguma outra sugestão? Conte pra gente nos comentários e não deixe de acompanhar nosso blog!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.