31ª Turma de Especializaço em Ortodontia 31ª Turma de Especializaço em Ortodontia

Dicas fundamentais para descarte de resíduos


Desde a década de 70, o debate em torno do descarte de resíduos médicos e hospitalares tem ocupado espaço no meio acadêmico e entre profissionais da área de saúde. No entanto, somente a partir de 2004 essa discussão ganhou força, pois foi nesse ano que os Ministérios do Meio Ambiente e da Saúde se uniram em prol da padronização de protocolos em relação ao descarte de resíduos em estabelecimentos que prestam serviços de saúde.

Os esforços conjuntos dos dois ministérios resultaram na Resolução Conama 358 e Resolução ANVISA 306, sendo que ambas se complementam no sentido de abordarem os impactos que os resíduos podem causar na conservação do meio ambiente e na saúde humana. Com base nessas resoluções e nos princípios de saúde, higiene e sustentabilidade, listamos algumas dicas importantes para fazer o descarte de resíduos no seu consultório odontológico. Confira!

Aposte no consumo consciente

Procure minimizar a geração de resíduos, apostando no consumo consciente. Evite as compras excessivas, só leve para seu consultório o que realmente for necessário, não compre por impulso e evite ficar com estoque parado.

Faça o gerenciamento correto dos resíduos

Outra medida importante é saber gerenciar os resíduos. Reaproveite elementos quando for possível, dê o correto destino aos itens considerados perigosos e jogue os descartáveis fora imediatamente. Para os materiais como metal, plástico, papel e vidro, o ideal é apostar na coleta seletiva, pois esses elementos são recicláveis. Já os resíduos biológicos, restos infectantes, rejeitos radiológicos e químicos, além de insumos cortantes, devem ser completamente descartados, sem a possibilidade de reaproveitamento.

Pense na logística

Em um consultório odontológico, a logística é muito importante para o gerenciamento de resíduos. Por essas e outras é necessário cuidar de todos os insumos desde que eles chegam ao estabelecimento, até o momento do descarte. Nesse sentido, é crucial se atentar ao armazenamento dos produtos, utilização dos mesmos, designação de quem está apto a manuseá-los, classificação e identificação dos insumos, protocolos e procedimentos de uso, separação de resíduos, formas e locais para descartá-los, etc.

Monte e implante um plano de gerenciamento de resíduos

Possivelmente o descarte de resíduos já integra a rotina do seu consultório odontológico, afinal, naturalmente você precisa se livrar do lixo produzido no estabelecimento. Mesmo assim, isso não dispensa a necessidade de montar e implementar um bom plano de gerenciamento de resíduos, pois ele serve para orientar e formalizar boas práticas de descarte no seu consultório. Além disso, possibilita uma gestão inteligente dos resíduos produzidos, o que aumenta a biossegurança dos seus funcionários, pacientes, do meio ambiente e protege a sua própria saúde e bem-estar.

Para acertar no descarte de resíduos, busque novos aprendizados e informe-se sobre o assunto. Leia sobre o tema, instrua a sua equipe, estipule normas baseadas nos seus conhecimentos e procure saber qual é a forma correta de descartar cada tipo de resíduo.

E então, você já adota essas medidas no seu consultório odontológico? Pretende implantar em breve um plano de gestão de resíduos? Compartilhe a sua opinião e experiências através dos comentários!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *