Avaliação Dentista Niterói/RJ Avaliação Dentista Niterói/RJ

4 dicas para combater as cáries


Elas começam como pequenas cavidades nos dentes, mas podem se transformar em infecções graves, demandando tratamentos que vão desde o mais simples canal até a drástica extração do dente infectado. As cáries, famosas tanto no meio odontológico quanto nos bate-papos mais corriqueiros sobre saúde dental, são problemas que devem ser levados a sério e que, acredite, podem ser causados por hábitos comuns. Sabe aquele caramelo delicioso que você saboreia depois do almoço? Pois bem: é um verdadeiro oásis para bactérias que levam a orifícios nos dentes. Sabe aqueles finais de semana em que você vai pra cama sem escová-los por estar cansado demais? Também criam campo perfeito para deterioração na superfície dental.

Viu só como você mesmo pode se colocar em perigo? Para evitar esse exemplo de autossabotagem, apresentaremos neste post uma série de dicas simples e infalíveis para manter as cáries longe. Fique de olho!

Visite seu dentista regularmente

Esse conselho — frequentemente repetido em comerciais de pasta de dente e fio dental — pode soar meio clichê, mas é recorrente. Isso porque, a exemplo de várias outras questões ligadas à saúde, as cáries também são tratadas de forma mais eficaz quando descobertas precocemente.

As cáries nada mais são do que resultados de bactérias que entram em contato com os alimentos que ingerimos e, dessa fusão, produzem ácidos que vão destruir o esmalte dos dentes.

Nesse estágio, só o dentista pode detectar o problema. As cavidades só passam a ser visíveis e sentidas efetivamente por nós quando o esmalte dental é destruído, permitindo que o estrago seja mais intenso.

Faça a higienização correta

Não existe boca livre de bactérias. Porém, permitir que essas inimigas gerem cáries é algo totalmente evitável. Para começar, a escovação correta dos dentes é imprescindível após todas as refeições. Durante a noite o ato também é essencial pelo fato de que nesse período a salivação diminui e, com isso, a boca se torna mais suscetível ao ataque bacteriano.

Também é importante lembrar sobre a utilização de fio dental ao menos uma vez ao dia. É ele o responsável por retirar as placas que ficam entre os dentes. Isto é, películas pegajosas formadas por bactérias e restos alimentares que incentivarão o processo de deterioração.

Tenha cuidado com xerostomia e bruxismo

Acredite: a saliva é mais do que necessária para sua saúde bucal. Afinal, ela é a substância escalada pelo corpo para acabar com os restos de alimentos que se acumulam  após as refeições.

Se a boca fica seca, em fenômeno normalmente causado pela xerostomia, procure seu dentista e trate o problema. Da mesma forma, não deixe para depois as ações contra o bruxismo: a doença caracterizada por travar ou ranger de dentes pode levar ao surgimento de trincas nessas estruturas, oferecendo alojamentos perfeitos para bactérias corroerem o que encontrarem pela frente.

Fique de olho na alimentação e fuja de vícios

Você é do tipo que adora açúcar? Então temos uma notícia para você: as bactérias também! Fãs mesmo dos açúcares mais simples, elas convertem a sacarose em ácidos que, por sua vez, agem deteriorando os seus dentes. Exatamente por isso mencionamos o caramelo no início deste texto. Lembra? Por ser produto mais pastoso e grudento, seus restos são fortes demais para serem combatidos pela saliva e, portanto, “prato cheio” para a formação de cáries.

Evite, também, vícios como o do fumo. Componentes do cigarro são inimigos número 1 da saúde dental ao causarem, entre outros danos, menor imunidade da flora oral, além de facilitar o surgimento de verdadeiras colônias de bactérias na boca.

E você, já toma essas precauções? Que outras medidas adota para se prevenir das cáries? Aumente a nossa lista de dicas deixando seu comentário no post e fique de olho nas novidades do blog!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *