Curso Perícia Odontologica Curso Pericia Odontologica

Quais são os prós e contras em abrir uma clínica odontológica em sociedade?


Para a maioria dos profissionais de odontologia, possuir uma clínica significa ter rendimentos melhores e mais autonomia sobre seu tempo e produtividade, já que é possível atuar exclusivamente em seu negócio ou revezar o expediente em hospitais e outras empresas, enquanto a clínica é ocupada pelos sócios. Por isso, não é raro ver cada vez mais recém-formados ou profissionais experientes optando pela sociedade.

Se também está pensando em investir nessa modalidade, o artigo de hoje será útil para você. Vamos abordar os principais prós e contras de uma sociedade em clínica odontológica nos sócios e nas finanças. Nosso objetivo é ajudá-lo a entender os dois lados de uma sociedade antes de bater o martelo. Confira!

Estou pensando em investir em uma sociedade. E agora?

Muitos dizem que a sociedade é como um casamento. E estão certos, porque além de haver a assinatura de um contrato cheio de cláusulas, também é imprescindível que haja boa convivência entre as partes. Além disso, para que a sociedade realmente se firme, todos os prós precisam ser maiores que os contras.

Como será a relação com o sócio?

Lidar com outra pessoa é sempre algo que exige paciência, pois sabe-se que ninguém é igual. Portanto, esteja preparado para encarar os dois lados da moeda.

Vantagens da clínica odontológica em sociedade

Poder contar com parceiros de trabalho que atuem em sintonia pelo crescimento do negócio é o maior benefício. Amigos e familiares costumam ser mais confiáveis, já que seus antecedentes e estilo de comportamento são conhecidos. Nesse caso, também é importante considerar que as opiniões e o posicionamento deles também não serão novidades. Independente do grau de intimidade, invista em sócios capacitados para completar com excelência sua cartela de serviços.

Desvantagens na parceria

A divergência de ideias é um dos principais fatores que levam uma sociedade ao fracasso. Muitas vezes, o excesso de intimidade entre amigos ou familiares extrapola o campo profissional e interfere negativamente nas relações de trabalho. Outro ponto comum é o fato de uma das partes não assumir inteiramente o compromisso com seus clientes, o que pode sobrecarregar os sócios. Como o nome da clínica estará sempre em jogo, os sócios terão que cumprir com as falhas dos demais.

E como fica a administração dos recursos financeiros?

Todos os custos e gastos fixos da clínica serão divididos, o que é um fator muito importante. Da mesma forma, com mais profissionais atuando, a clínica amplia os serviços oferecidos e, por consequência, a cartela de clientes. A sociedade pode trazer mais lucro aos profissionais do que se cada um trabalhasse individualmente.

No entanto, é muito importante definir bem como será à modalidade de sociedade no quesito finanças para que não haja desentendimento. Em algumas, a divisão dos custos e lucros é proporcional à participação de cada especialista. Em outras, tanto gastos fixos e lucros são igualmente divididos, o que pode gerar insatisfação uma vez que inicialmente os investimentos podem não ter sido iguais na abertura do consultório.

É possível também que em uma clínica já montada com sócios, outros dentistas trabalhem apenas ganhando uma porcentagem por procedimento realizado. Esse profissionais que ingressam para prestar serviços podem ou  não arcar com o material (custo variável), variando a porcentagem que ganham sobre os serviços realizados de acordo com a modalidade definida no momento da contratação.

Há ainda a possibilidade dos dentistas arcarem igualmente com os custos fixos da clínica, como água, luz, internet, os funcionários da recepção e limpeza e outros, mas pagarem os variáveis, relativos aos materiais e procedimentos incluídos na sua especialidade odontológica.

Lembre-se que a participação financeira dos sócios depende do tipo de contrato assinado. Financiamento é uma boa opção para iniciantes, mas fuja dos juros altos. Converse com o gerente do seu banco antes de se endividar.

Agora que você já conhece os principais pontos positivos e negativos que impactam diretamente em uma sociedade, avalie se ela realmente será válida para você. Conte para nós a sua experiência e compartilhe com seus amigos de profissão!


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.