Manutenção do aparelho ortodôntico: qual a frequência das consultas?


Manutenção aparelho ortodôntico - alinhadores estéticos

A manutenção do aparelho ortodôntico depende muito da regularidade do paciente no comparecimento das consultas para garantir a sua efetividade. Dependendo do tipo de tratamento adotado, essa periodicidade pode variar. Se a sua disponibilidade para frequentar as consultas é pouca, o ideal é escolher um método que possibilite consultas mais espaçadas.

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre manutenção do aparelho ortodôntico


LEIA MAIS:  Quanto tempo demora para alinhar os dentes?

Manutenção de aparelho ortodôntico: entenda a importância

Tempo de tratamento ortodôntico: existem métodos mais rápidos?


Manutenção do aparelho ortodôntico fixo tradicional: consultas a cada 30 dias

Manutenção do aparelho ortodôntico tradicional
Manutenção aparelho ortodôntico tradicional

O aparelho fixo tradicional tem os braquetes colados nos dentes. Estes braquetes servem como ponto de apoio para o fio responsável por gerar uma pressão nos dentes. Essa pressão faz com que os dentes se movimentem para a posição desejada pelo dentista. Evidentemente que isso não acontece de uma maneira rápida, isso leva algum tempo, ocorre aos poucos, de maneira gradativa. É preciso começar com fios mais finos, que movimentam o dente um pouquinho. Depois troca-se o fio por outro, que movimenta mais um pouquinho. De repente é preciso fazer uma dobra nesse fio para movimentar o dente mais um pouquinho. Então artesanalmente o dentista vai conduzindo o dente até a posição que clinicamente e visualmente é a mais interessante para o paciente.

Portanto, o dentista precisa de regularidade, de uma sequência de ativação, para que o dente se movimente de maneira gradual até a posição final, e isso, sem dúvida nenhuma, faz com que o paciente, no mínimo, todo mês precise comparecer na consulta para a manutenção do aparelho ortodôntico. Quando o paciente deixa de ir a consulta, o dente deixa de se movimentar, pois já andou o esperado para aquele determinado período e só voltará a se mover quando o aparelho for ajustado novamente. Então, a cada consulta que o paciente falta, maior é o tempo que ele permanecerá usando o aparelho.

Mas será que existe algum tipo de aparelho em que o intervalo entre as consultas é maior? Existe algum método em que a manutenção do aparelho ortodôntico é mais simples?

A resposta é sim!

Manutenção do aparelho ortodôntico: alinhadores estéticos

Manutenção do aparelho ortodôntico - alinhadores estéticos
Manutenção alinhadores estéticos

Os alinhadores ortodônticos estéticos, além de ser quase imperceptíveis, também facilitam muito a vida dos pacientes nesse aspecto. O tratamento ortodôntico com os alinhadores não são feitos só com uma plaquinha transparente, mas com uma sequência de alinhadores.

Vamos utilizar como exemplo um tratamento bastante simples, em que será necessário o uso de sete alinhadores. O paciente começará utilizando o alinhador 1. Dez dias depois, vai trocar para o alinhador 2. Mais alguns dias e trocará para o alinhador 3, e assim sucessivamente. Cada alinhador já foi pré programado para uma quantidade de movimento, determinado a partir de um planejamento feito em um software, onde é desenhado todo esse movimento e a partir do qual gerou a impressão dos vários modelos sequenciais de cada alinhador corrigido.

Sendo assim, como no exemplo de sete alinhadores necessários, o dentista entrega para o paciente os 4 primeiros alinhadores, o que possibilita um intervalo de 40, 50 dias até a próxima consulta.

É comum pacientes que optam pelos alinhadores ortodônticos estéticos viajarem durante 1 ou 2 meses sem comprometerem o tratamento. A possibilidade de determinar e programar a troca dos alinhadores e transportá-los com antecedência é uma das grande facilidades do método. É possível criar uma regularidade muitas vezes de 2 em 2 ou até de 3 em 3 meses, sem que se perca a efetividade do procedimento.

Tratamento moderno e eficaz

Os alinhadores ortodônticos estéticos, sem dúvida nenhuma, não são o futuro, eles são o presente. São o que há de mais atual e moderno na ortodontia. Além de serem praticamente imperceptíveis, são extremamente práticos, seguros, precisos e desenvolvidos para levar ao paciente conforto, com uma movimentação milimétrica, desenvolvida a partir de um software e transportada para a boca a partir dos alinhadores. Ainda possibilitam consultas mais espaçadas, fazendo com que o paciente vá menos ao consultório, sem perder nada em termos de efetividade e eficiência no tratamento.

Saiba mais sobre os alinhadores ortodônticos em “Aparelhos estéticos: conheça os tipos de aparelhos ortodônticos focados na estética”.

Gostou de saber que existe um tratamento super discreto e que ainda possibilita menos consultas ao dentista durante o tratamento? Para mais informações, acesse a Central de Aparelhos Estéticos e saiba mais!

 

CRO-RJ 26442
Coordenador dos cursos de especialização da Smile
Especialista e Mestre em Ortodontia – UNICID-SP
Doutorando HRAC/USP
Residência em Ortodontia Avançada – Yonsei University/Coréia do Sul

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *