Tratamento com Invisalign Tratamento com Invisalign

Manutenção de aparelho ortodôntico: entenda a importância


manutenção de aparelho ortodôntico

Quem utiliza aparelhos ortodônticos sabe as mudanças que eles causam no dia a dia da pessoa. Não é apenas aquele volume a mais na boca, causando estranheza e desconforto nos primeiros dias, mas toda a mudança de hábitos que ele traz consigo. Da escolha dos alimentos que vai comer aos problemas de higienização e aos machucadinhos na bochecha, são muitos os cuidados que os pacientes devem ter até que se adaptem totalmente à novidade.

Nesse contexto, um passo fundamental no tratamento são as consultas periódicas para a manutenção do aparelho ortodôntico. Embora muita gente ache chato e se incomode com a frequência com que deve visitar o dentista, elas são muito importantes para prevenir problemas e, sobretudo, garantir o sucesso do tratamento sem atrasos ou surpresas.

Manutenção de aparelho ortodôntico: por que você deve fazer?

Quando o paciente não comparece às visitas para manutenção do aparelho ortodôntico, muitos problemas podem surgir, afetando a saúde bucal e a eficiência do tratamento.

Sendo assim, confira agora os principais motivos para não faltar à próxima consulta com o dentista:

Para facilitar a adaptação

Muitas vezes, algumas pessoas podem ter dificuldades em se adaptar ao aparelho, sofrendo com dores, desconforto e dificuldade para falar ou mastigar, por exemplo.

Ao relatar esses problemas nas consultas, o paciente será orientado pelo dentista sobre as situações mais comuns ao período de adaptação e também sobre as melhores práticas para reduzir essas sensações e o incômodo causado pelo aparelho no início do tratamento.

Para fazer limpeza e higienização

Dentre os maiores problemas enfrentados ao longo do tratamento estão as dificuldades de higienização do dentes. De fato, essa pode ser uma tarefa complicada sem as orientações corretas, uma vez que o aparelho costuma acumular restos de alimentos, que podem causar problemas, como placa bacteriana e tártaro.

Durante as consultas de manutenção, o dentista poderá avaliar se a higienização está sendo bem feita pelo paciente, além de realizar uma limpeza nos braquetes, trocar borrachas e elásticos e removendo resíduos.

Para solucionar problemas

O acompanhamento frequente do ortodontista é essencial para identificar possíveis problemas logo no início. Cáries, placas bacterianas, tártaros e gengivite são algumas condições comuns de aparecerem, especialmente por conta das dificuldades de higiene que comentamos.

Além disso, o dentista pode verificar se o aparelho não está machucando e, caso seja necessário, trabalhar para evitar novas lesões.

Para realizar reparos e ajustes

O aparelho pode sofrer alterações ou danos devido ao consumo de alguns alimentos ou a certos hábitos dos pacientes. Sendo assim, ajustes e reparos são fundamentais para garantir que o aparelho funcione corretamente e continue exercendo força sobre os dentes para levá-los à posição correta e, assim, alcançar os resultados desejados.

A cada visita, o ortodontista fará uma revisão no aparelho, fazendo ajustes, substituindo possíveis peças danificadas e garantindo a normalidade do tratamento.

Para evitar atrasos

Cada caso tem suas particularidades e o corpo de cada pessoa reage de uma maneira diferente. Por esse motivo, é essencial que o ortodontista acompanhe frequentemente o paciente para assegurar que o planejamento inicial está dentro dos conformes e que cada etapa está sendo cumprida, fazendo as alterações necessárias para obter os melhores resultados.

Sem as consultas periódicas, qualquer desajuste no aparelho ortodôntico pode comprometer a sua efetividade, gerando atrasos indesejados e dificultando o cumprimento do prazo proposto.

Para evitar aumento de custos

Se o paciente não comparece às consultas de manutenção, o dentista não tem como avaliar o andamento do tratamento e o estado do aparelho, o que gera atrasos e faz com que o paciente fique mais tempo usando o aparelho.

Isso faz com que os gastos com o tratamento sejam maiores do que o esperado, extrapolando o investimento inicial combinado. Quer dizer, quem não comparece ao dentista periodicamente acaba perdendo tempo e dinheiro, além de poder comprometer o resultado final. Portanto, não falte!

O tempo de manutenção vai depender do tipo de aparelho e do diagnóstico de cada paciente. No caso do aparelho ortodôntico tradicional, as consultas acontecem a cada 30 dias, aproximadamente. Porém, atualmente, existem diversas alternativas para o tratamento ortodôntico que exigem menos manutenção, são mais fáceis de higienizar e demandam menos tempo de uso pelo paciente.

Alinhador Estético como alternativa a aparelhos fixos

Uma dessas soluções é o Invisalign. Por meio de alinhadores transparentes e removíveis, esse aparelho é discreto, não influencia na estética facial do paciente e proporciona um tratamento mais curto quando comparado aos aparelhos tradicionais.

Ficou interessado? Acesse agora a nossa Central de Alinhadores Estéticos e saiba mais!

 


Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.