Tratamento com Invisalign Tratamento com Invisalign

Frenectomia labial superior: como funciona o procedimento


Frenectomia labial superior

Vamos falar sobre um procedimento cirúrgico bastante comum em consultórios odontológicos, a frenectomia.

Frenectomia é o nome dado à retirada do freio labial ou lingual, a qual é indicada somente para aquelas pessoas que possuem excesso dessa estrutura em uma dessas regiões. Pode ser feita tanto na parte inferior da boca quanto na superior.

Neste conteúdo, vamos nos referir sempre à frenectomia labial superior, mostrando como é o procedimento, as indicações, dentre outras características importantes para quem tem interesse em saber como é essa cirurgia.

Portanto, acompanhe os tópicos a seguir e tire suas dúvidas!

Tudo sobre a frenectomia labial superior

Antes de qualquer informação, para quem se assusta com a palavra cirurgia, é importante destacar que se trata de uma intervenção simples, rápida, realizada no consultório odontológico e que requer apenas anestesia local.

O aspecto normal do freio labial superior é de uma pequena estrutura fina entre os incisivos centrais, que fica a alguns milímetros acima da coroa clínica. É formado por um tecido altamente vascularizado e, com isso, sua remoção envolve certo sangramento, o que é natural devido a essa característica do tecido.

O freio que limita algum movimento do lábio superior ultrapassa a região original, causando separação nos dentes (diastema) ou, até mesmo, traz alterações na fonação. Ele precisa ser removido a fim de eliminar prejuízos para a estética e o movimento oral do indivíduo.  

No entanto, sempre que um paciente procura um profissional de Odontologia, acreditando ter uma anomalia nessa região, o cirurgião-dentista precisa fazer uma avaliação para garantir que de fato existe uma indicação para o procedimento.

A avaliação e o diagnóstico que indicam a cirurgia

A indicação cirúrgica da frenectomia labial superior requer um exame clínico detalhado, somado a uma análise radiográfica para avaliar o tecido ósseo de suporte dos dentes incisivos.

 

Isso resulta em um diagnóstico cuidadoso de cada caso. No geral, a cirurgia é necessária nos seguintes casos:

  • Diastema interincisivo
  • Limitação da mobilidade do lábio superior
  • Motivos estéticos, como o sorriso gengival
  • Alterações fonéticas
  • Prejuízos na correção ortodôntica
  • Prejuízos para a utilização de próteses

Todos esses casos acima podem ser indicativos da frenectomia labial superior. Além deles, há também casos que envolvem bebês e crianças, nos quais há algum tipo de dificuldade envolvida na amamentação ou alimentação e, por isso, o procedimento precoce se torna necessário.

Pós-operatório e custos do procedimento

Assim como a cirurgia em si é importante, o pós-operatório é outra preocupação de quem quer e precisa passar pelo procedimento. Quanto a isso, precisamos falar sobre as duas formas de cirurgia, convencional e a laser:

 

  • Convencional — Feita com bisturi e requer uma sutura após a retirada do freio. Portanto, o período pós-operatório dura entre 7 e 10 dias.
  • A laser — Feita com o bisturi elétrico, reduz tempo de cirurgia, promove a coagulação e esterilização imediata. Não necessita de sutura, o que facilita o pós-operatório.

 

Em ambos os casos, porém, observam-se certos cuidados após o procedimento, como evitar alimentos duros e muito quentes nos primeiros dias, redobrar a higiene bucal, escovar a região da cirurgia com pouca pressão e tomar os medicamentos indicados pelo especialista.

Outra boa notícia é que o valor da frenectomia labial superior no geral é baixo, variando conforme a complexidade de cada caso, como o tamanho do freio, e, também, de acordo com a escolha pelo método.

Apenas o cirurgião-dentista pode avaliar com precisão o valor de custo do procedimento.

—-

Que tal fazer logo sua avaliação com um especialista capacitado? Agende uma visita de forma rápida com a nossa equipe e saiba logo se possui ou não indicação!


Comentários


  • Boa tarde, uma duvida apos a cirurgião e vdd que com passar do tempo cresce novamente o dreio labial mesmo estando com o aparelho??

  • Olá..recentemente eu fiz a cirurgia do freio labial superior, tinha a lingua pressa e por esse motivo tive que fazer o procedimento.
    O que fazer pós cirurgia..preciso fazer exercicios de fono

  • Bom dia Dr meu filho tem 11 anos e vai precisar fazer uma cirurgia nos freios inferior ,pois ele teve a gengiva retraida em dos dentes ,então o dentista dele indicou soltar os freios inferior para diminuir q essa gengiva desça mais É ela perca o dente ,pois por ser criança não pode fazer o enxerto ainda .o que o Dr acha desse procedimento? É o correto mesmo?

  • Tenho sorriso alto , meu dentista me indicou fazer uma cirurgia de correção para soltar o nervoso do nariz , pois meu lábio sobe muito ,essa cirurgia é indicado

  • Boa tarde meu BB de 2anos e 6meses fez essa cirurgia frenectomia labial superior por motivo atraso na fala fonética será problemas não se alimenta direito só mama será que após a cirurgia ele vai ter melhoras na fala e a dr falou que ele tem que já usar o aparelho movel por causa da mandíbula e muito pra traz e os e os dentes de baixo não se encontra com os de cima não tem encaixe normal os de baixo está se encaixando com céu da boca e o céu da boca está todo marcado com as marcas dos dentes de baixo tire minhas dúvidas

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.